6 de dez de 2007

Fechado


A venda fechou.
Não tem mais bala, não tem mais suco de laranja, não tem bolo de banana.
As portas foram descendo e quando perceberam... A venda fechou!
E não é reforma, não senhor.
Fechou mesmo.

E só quem chora é a criancinha, doida pelos doces.
Porque os donos, estes querem partir pra outros negócios.
Um deles vai acabar buscando outro sócio, ou outros sócios, já percebeu que prefere assim.
O outro talvez não, vai sozinho mesmo, diversificar os negócios, expandir os contatos.

Não há como não sentir um pouco de vazio ao ver a porta fechada, a venda parecia tão alegre em alguns momentos. Colorida, divertida, até música a venda tinha.
Mas se você chegar perto, talvez se você puder grudar os ouvidos na parede e então conseguir ouvir lá dentro, aí vai entender que apesar do silêncio, está tudo em paz.

Nenhum comentário: