8 de dez de 2007



Na minha gramática, amor e concessão são sinônimos
na minha gramática 'se' não começa frase
na minha gramática, separação é certeza

na minha gramática, dor é só de barrriga
na minha gramática, ponto é só de ônibus
na minha gramática só existe a primeira pessoa do plural

na minha gramática, paz é sinônimo de música
diversão sinônimo de inteligência
amigo sinônimo de certeza
aliás, não existe a palavra inimigo
não na minha gramática.

O problema é que minha língua é ingrata,
e na minha gramática,
há um capítulo inteiro só de exceções.

3 comentários:

J.Machado disse...

Td bem?
...e eu descobri seu blog pelo seu comentário no meu.
Fico mto agradecido e lisongeado por tudo que disse e por despertar sentimentos tão fortes com o que escrevo.
Você disse que "se" não inicia frases em sua gramática. Eu tenho um texto, aquele q comentou, cheio de "se". Eu tenho um capítulo com "se" na minha.
Sou frequentador agora do Bar da Vida, mais um de imenso bom gosto na blogsfera.
Comente sempre.
Abração!

:: Daniel :: disse...

Toni, amigo.
Lindas palavras. Fortes, mas lindas.
Conte comigo. Sem hesitar.

Cris disse...

Querido amigo,

como sempre escrevendo coisas maravilhosas com as quais sempre me identifico!

Bjs,

Cris