11 de nov de 2008

Rapunzel


Nunca entendi muito bem a história da Rapunzel...
Porque ela não usou a suas tranças pra fugir, por si só, do castelo onde estava apriosionada?

Mas agora entendo perfeitamente: a mocinha tinha era medo de enfrentar a realidade. Aprisionada ali, na sua torre, longe do mundo, ela estava imune a tudo e a todos. Assim, podia culpar a solidão e a bruxa por todos os seus fracassos.

Rapunzel preferia o seu castelo e o mundo que criou para si à aventurar-se pelo mundo real.

2 comentários:

Anônimo disse...

E sabe o que é mais engraçado? Ela dá a corda pro Príncipe chegar até ela, mas continua no controle, ou seja, a hora que ela não quiser mais, corta as tranças e derruba o Príncipe!
Tão tolinha essa Rapunzel!
kkkkkk

Beatriz disse...

É interessante a tua versão 'psicológica' para Rapunzel, mas adoro contos de fadas... então, prefiro acreditar que ela não utilizava as próprias tranças para fugir porque esperava pelo 'princípe encantado' que um dia viria resgatá-la do cativeiro (rs).

Ficam estrelas brincando nos teus sonhos e um beijo no coraçaõ.